sexta-feira, 18 de outubro de 2019

Bolo Mágico de Canela


Mais um bolinho para o fim de semana, este é top e têm mesmo de fazer!
A receita deste bolo andou por aí a circular na net pois é uma receita feita por uma personagem de novela brasileira, a Maria da Paz da novela A Dona do Pedaço (não vejo a novela mas sigo muitos canais brasileiros e este bolo foi feito por meio mundo). Fiz a receita que vi neste canal: https://www.youtube.com/watch?v=zw9fgr26qUs
Este é o melhor bolo de canela que alguma vez fiz e comi :) fofinho e delicioso. 


Vamos lá à receita (usei uma chávena medidora de 250 ml):

4 ovos
1+1/2 chávenas de chá de açúcar
1 pitada de sal
3 colheres de sopa de manteiga à temperatura ambiente
1 chávena de chá de leite morno
2 chávenas de chá de farinha
2 colheres de sopa de canela em pó
1 colher de sopa de fermento em pó
açúcar em pó e paus de canela qb para decorar

Ligue o forno a 180 ºC.
Separe as gemas das claras, reserve as gemas.
Bata as claras em castelo, quando estiverem bem firmes reserve.
Numa taça coloque as gemas, o açúcar, o sal e a manteiga e bata até obter uma mistura fofa e esbranquiçada.
Ponha a batedeira na velocidade mínima e junte o leite, deixe misturar bem.
Por fim junte a farinha, canela e fermento e bata uns segundos na velocidade mínima. 
Depois junte metade das claras em castelo e envolva delicadamente com uma espátula. Junte as restantes claras em castelo e envolva bem.
Verta a massa numa forma untada e enfarinhada eleve ao forno por uns 40 a 45 minutos (verifique se o bolo está cozido com o teste do palito).
Retire do forno, deixe repousar uns 5 a 10 minutos e depois desenforme.
Polvilhe com açúcar em pó e decore a gosto.


Apreciem ;)
Sigam aqui o blogue, deixem o vosso gosto na página de facebook e sigam também no instagram :) 

quinta-feira, 17 de outubro de 2019

Biscoitos de Amêndoa (sem glúten)


Mais uns biscoitinhos que vos trago para os vossos lanches :) agora neste altura faço biscoitos todas as semanas, sabe bem com um chá para o lanche ou mesmo para tomar um café ;) 
Por isso mesmo tento que os biscoitos sejam muitas vezes "menos maus", ou seja, com menos açúcar ou menos gordura.
Esta receita tirei do livro Comer sem Culpa da Tâmara Castelo, apenas reduzi a quantidade de óleo de coco por achar demasiado... se acharem pouco podem por a quantidade toda que deixo indicado na receita.


Vamos lá à receita (rende entre 12 a 14 biscoitos):

200g de farinha de amêndoa (pode triturar as amêndoas em casa) 
3 colheres de sopa de açúcar de coco
40 ml de óleo do coco derretido (receita do livro: 60 ml)
1 pitada de sal grosso
1 ovo
raspa de 1/2 laranja 
raspa de 1/2 limão
1 colher de sopa de essência de baunilha (receita)

Coloque todos os ingredientes numa taça e amasse até obter uma mistura bem homogénea.
Leve a massa ao frigorífico por 1 hora (caso tenha pressa ponha 15 a 20 minutos no congelador).
Ligue o forno a 180 ºC.
Forre um tabuleiro com papel vegetal, faça bolinhas de massa, coloque no tabuleiro e espalme com um garfo.
Leve ao forno por 10 minutos.
Deixe arrefecer e guarde num frasco ou caixinha.


Apreciem ;)
Sigam aqui o blogue, deixem o vosso gosto na página de facebook e sigam também no instagram :) 

quarta-feira, 16 de outubro de 2019

Pastel de Queijo com Azeitonas e Orégãos


Já tinha feito aí há uns tempos um pastel de carne e ovo, pastéis estes típicos do Brasil :) sempre tive curiosidade e experimentei a fazer em casa.
Desta vez fiz os pastéis mais pequenos e, na verdade, podem fazer em qualquer formato: fiz retangulares mas podem fazer, por exemplo, com um cortante de rissóis ou até uma meia lua com um copo... é o que vos der mais jeito.

Vamos lá à receita que fiz:

Massa
1,5 chávenas de chá de farinha (uso a tipo 65) + farinha qb para amassar 
175 ml de água
1 colher de sopa de azeite
1 colher de chá de sal fino
25 ml de aguardente (se tiverem cachaça ainda melhor)
1 colher de chá de vinagre

Numa taça coloque a farinha e depois junte todos os outros ingredientes.
Amasse à mão até obter uma massa que não se cole à taça nem às mãos - vá juntando farinha para dar o ponto ou então um pouco e água se a massa estiver seca (no meu caso tive de ir adicionando farinha).
Deixe a massa repousar por uns 15 minutos.

Montagem
farinha qb para esticar a massa
queijo em fatias, azeitonas pretas e orégãos qb
óleo qb para fritar

Depois estique com o rolo da massa ou com a máquina de manivela para fazer massas frescas - usei a máquina, esticando porções de massa para fazer retângulos: abri duas vezes no 9, depois no 6 e por fim no 4.
A massa não pode ficar muito fina senão os pasteis não ficam bons e rebentam ao fritar!
Forme pasteis retangulares (veja no link da massa acima fornecido o vídeo que ajuda a perceber como eles fazem o pastel), coloque uma fatia de queijo (ou duas se forem bem gulosos), em cima umas rodelas de azeitonas e polvilhe com orégãos a gosto, e depois feche pressionando bem a massa.
Corte e feche as laterais com a ajuda de um garfo.
Repita até terminar a massa.
Frite os pasteis em óleo médio para quente (como se fazem aos fritos de Natal) e vá virando para dourar dos dois lados.
Escorra em papel absorvente e depois delicie-se.


Apreciem ;)
Sigam aqui o blogue, deixem o vosso gosto na página de facebook e sigam também no instagram :) 

terça-feira, 15 de outubro de 2019

Pudim de Casamento


Os meus pais têm galinhas muito bem tratadas: são livres (só durante o dia, que à noite as raparigas têm de ir para o galinheiro para ficarem protegidas), andam na terra, comem coisinhas boas (nada de farinhas para crescer nem por ovos) e têm tanta terra para andar como a parte que temos de casa!!!
Por isso mesmo as jeitosas retribuem com muitos e bons ovinhos :) e quando digo muitos, são mesmo muitos: tem dias que chegam a pôr uma dúzia de ovos! Outras alturas em que nem por isso... são fases...
Ora na fase de muitos ovos faço umas sobremesas para os gastar, tal como os pudins.
Este vi numa teleculinária antiga, dos tempos do Chefe Silva, de agosto de 1989 (a nº 557) e percebi que seria um pudim daqueles que se serviam nos casamentos antigamente, daí o nome do pudim ;) 


Vamos lá então à receita que fiz:

água qb e 1 rodela de limão
3 ovos
6 gemas (podem congelar as claras para usar noutras receitas)
200g de açúcar
1 colher de sopa de farinha
0,5 L de leite meio gordo
2 colheres de chá de café solúvel
1 cálice pequeno de vinho do Porto
sumo de 1 limão
caramelo qb para untar a forma (receita)

Coloque cerca de 400 ml de água numa panela/tacho, junte uma rodela de limão para evitar que a forma do pudim fique escura, tape e leve a lume médio para ir aquecendo.
Numa taça coloque os ovos e as gemas, mexa com uma vara de arames para envolver bem.
Junte o açúcar e a farinha e bata com a vara de arames até dissolver bem o açúcar.
Dissolva o café no leite e depois adicione à mistura anterior, juntamente com o vinho do Porto e o sumo de limão.
Envolva bem até obter uma mistura homogénea.
Unte muito bem uma forma com caramelo (seja generoso), verta a mistura passando-a por um coador (para retirar a espuma) para a forma.
Tape a forma e coloque dentro do tacho (cuidado que a água deve ir até, mais ou menos, 1/3 da forma e nunca chegar até ao topo, pois pode entrar no pudim e acabar por o estragar).
Tape o tacho e deixe o pudim cozinhar por uns 40 minutos.
Retire do lume e destape o tacho, deixe arrefecer mesmo dentro do tacho e só depois é de que deve retirar e levar ao frigorífico por umas 2 horas.
Para desenformar basta descolar as laterais do pudim da forma (pode usar uma faca se for necessário), colocar um prato de servir sobre a forma e depois inverter.


Apreciem ;)
Sigam aqui o blogue, deixem o vosso gosto na página de facebook e sigam também pelo instagram :) 

segunda-feira, 14 de outubro de 2019

Manteigas Saudáveis #7: Manteiga de Sementes de Abóbora


Há muito tempo que não vos trazia aqui uma "manteiga" vegetal.
Tinha muitas sementes de abóbora e decidi experimentar esta manteiga, não fica tão agradável como a de amendoim, amêndoa ou avelã... tem um travo um pouco mais amargo, que penso dever-se às peles das sementes. No entanto, para comer com uma bolachinha tipo maria, que tem algum açúcar, ou numa tostinha com um fio de mel, fica muito boa ;)
Para obter uma manteiga mais cremosa tive de adicionar um pouco de óleo de coco ao triturar as sementes, penso que podem usar outro óleo do vosso agrado, e também usei a bimby para o trabalho árduo de triturar as sementes - usem um robot de cozinha potente pois podem correr o risco de queimar um que seja mais fraquinho.

Vamos lá à receita que fiz:

2 chávenas de chá de sementes de abóbora
3 colheres de sopa de óleo de coco

Coloque as sementes num tabuleiro e leve ao forno para torrarem levemente (cerca de 15 minutos a 180 ºC - e é só para ajudar as sementes a libertarem algum óleo).
Coloque no copo da bimby (se for um robot de cozinha que não suporte calor, deixe as sementes arrefecerem primeiro!) e triture 1 minuto na velocidade 7.
Com a espátula baixe o que ficou nas paredes do copo, junte o óleo de coco e triture novamente 1 minuto na velocidade 7.
Baixe novamente o que ficou nas paredes do copo e vá triturando 1 minuto na velocidade 7 (ou superior) até obter a consistência que mais gostar, faça algumas paragens, de segundos, para evitar o esforço do robot de cozinha.
Verta a manteiga para um frasco e está pronta a usar (não precisa de ir para o frigorífico e com o tempo vai ficando o óleo na superfície do frasco, por isso tem de mexer a manteiga com uma colher sempre que queira usar).


Apreciem ;)
Sigam aqui o blogue, deixem o vosso gosto na página de facebook (já somos mais de 7.000 por lá!) e sigam também pelo instagram :) 

sábado, 12 de outubro de 2019

Menu Semanal #5

Bom dia :)
aqui vos venho deixar o penúltimo menu semanal desta 1ª edição (quem sabe daqui a uns tempos lanço a próxima eheheh).
Já sabem, está em formato PDF para poderem consultar, baixar ou até imprimir. Têm os links das receitas a azul no documento e é só clicarem lá que abre a receita em questão ;)


Não se esqueçam de partilhar com os vossos amigos :)

sexta-feira, 11 de outubro de 2019

Bolo de Maçã


A receita deste bolo vi num canal que sigo há algum tempo, o canal da Glau Silva. Deixo o link para o vídeo onde ela fez o bolo aqui: https://www.youtube.com/watch?v=gPDmuBe3W5Q
Quando vi na altura (sim, porque isto já foi há quase um ano e tenho a receita guardada desde então para experimentar!) achei um bolo simples e fácil de fazer, com sabores que gostamos cá por casa e perfeito para aproveitar maçãs.
A única coisa que não fiz foi colocar maçã em cubos na massa do bolo, de resto fiz tudo igual :) ficou uma delícia.
Este bolo é originalmente feito num liquidificador mas fiz na bimby (podem também usar uma varinha mágica).

Vamos lá à receita que fiz:

3 maçãs
3 ovos
2 chávenas de chá de açúcar amarelo
1 chávena de chá de óleo
1 pitada de sal
2 chávenas de chá de farinha
1 colher de sopa de canela em pó
1 colher de sopa de fermento em pó

Ligue o forno a 180 ºC.
No copo da bimby (ou liquidificador) coloque a maçã sem caroços (deixei ficar a pele mas podem tirar), os ovos, açúcar, óleo e sal e programe 3 minutos na velocidade 4.
Junte a farinha, canela e fermento em pó e programe 15 segundos na velocidade 3.
Coloque a massa numa forma untada e enfarinhada, leve ao forno por uns 40 a 45 minutos (verifique se o bolo está cozido com o teste do palito).
Desenforme e delicie-se.


Apreciem ;)
Sigam aqui o blogue, deixem o o vosso gosto na página de facebook e sigam também no instagram :)

quinta-feira, 10 de outubro de 2019

Arroz Doce do Chef Luís Machado


Quando vi a partilha deste arroz doce na página de facebook do chef Luís Machado, fiquei logo com água na boca :) e fui logo para a cozinha preparar os ingredientes para fazer a receita :)
Ficou um arroz doce simples mas bem cremoso, desapareceu num ápice!!!
Podem ver a receita do chef aqui: 

Vamos lá então à receita:

500 ml de água
80g de manteiga (podem usar também margarina)
1 casquinha de limão
1 pau de canela
sal qb
200g de arroz carolino
1 l de leite meio gordo
200g de açúcar
4 gemas (pode congelar as claras para outras receitas)
canela em pó para polvilhar

Num tacho coloque a água, manteiga, casca de limão, pau de canela e um pouco de sal.
Leve ao lume até começar a ferver.
Num fervedor à parte coloque o leite e leve ao lume para ir aquecendo.
Junte o arroz à água fervente com os temperos, mexa de vez em quando e deixe cozinhar até a água evaporar.
Junte metade do leite ao arroz e mexa bem, deixe cozinhar uns 5 minutos.
Junte o restante leite e o açúcar, mexa bem e deixe cozinhar mais uns 5 minutos.
Numa tacinha coloque as gemas, bata-as bem para partir e envolver.
Junte um pouco da mistura do arroz doce e mexa bem.
Adicione ao arroz doce do tacho, deixe cozinhar por 1 minuto ao lume.
Retire do lume, coloque numa travessa de servir e deixe repousar por uns 10 minutos para encorpar.
Polvilhe com canela em pó a gosto e sirva.

Apreciem ;)
Sigam aqui o blogue, deixem o vosso gosto na página de facebook (estamos quase a chegar aos 7.000!!!) e sigam também pelo instagram :) 

quarta-feira, 9 de outubro de 2019

Sopa de Beterraba (Sopa para Acalmar a TPM)


Ora mais uma sopinha deliciosa e cheia de coisas boas :) esta receita veio do livro Comer sem Culpa da Tâmara Castelo (um livro cheio de receitas boas e saudáveis que ganhei num passatempo da revista Continente Magazine).
Não usei dois ingredientes da receita: 1) 1 colher de sopa de maca, porque não tinha; 2) 6 amêndoas porque não quis colocar para servir a sopa.

Vamos lá então à receita:

2 beterrabas
2 batatas doces 
2 cenouras
água e e sal qb
2 cm de gengibre fresco
2 colheres de sopa de azeite
1 colher de sopa de coentros

Numa panela coloque a beterraba, batata doce e cenoura todas descascadas e cortadas em pedaços.
Cubra com água, tempere com sal e leve ao lume para cozer até estar tudo macio.
Adicione o gengibre em pedacinhos e triture a sopa com a varinha mágica até obter um creme liso.
Adicione o azeite e os coentros picados, misture e prove para retificar o sal se for preciso.
Está pronta a servir.


Apreciem ;)
Sigam aqui o blogue, deixem o vosso gosto na página de facebook e sigam também pelo instagram :)

PS: a letra das receitas está maior para que todos consigam ler sem problemas ;) 

terça-feira, 8 de outubro de 2019

Ferraduras


Um biscoitinho sabe tão bem :) melhor quando o tempo começa a ficar mais fresquinho para acompanhar com um chá.
Esta receita vi partilhada num grupo de receitas da bimby, fiz a massa no robot de cozinha mas deixo as indicações para fazerem sem o mesmo ;)

Vamos lá à receita:

casca de 1 limão pequeno (só a parte amarela)
3 ovos
250g de açúcar amarelo
10g de azeite
40g de manteiga à temperatura ambiente
2 colheres de chá de canela em pó
3 colheres de chá de erva doce em pó
7g de levedura seca (ou 14g de fermento de padeiro fresco)
500g de farinha (uso da tipo 65)

Massa com bimby:
Coloque a casca de limão no copo da bimby e pulverize uns 5 a 10 segundos na velocidade 7. 
Junte os ovos e o açúcar e programe 2 minutos na velocidade 3.
Adicione o azeite, manteiga, canela, erva doce e a levedura seca e programe 1 minuto na velocidade 3.
Adicione metade da farinha e programe 1 minuto na velocidade 3.
Junte a restante farinha e programe 1 minuto na velocidade espiga.
Retire a massa do copo, coloque numa taça, cubra e deixe levedar por 1 hora.

Massa sem bimby:
Numa taça coloque a raspa do limão, os ovos e o açúcar e bata com uma batedeira até dissolver bem o açúcar.
Adicione o azeite, manteiga, canela, erva doce e a levedura seca e envolva bem por 1 minuto.
Adicione a farinha e misture e amasse à mão até obter uma massa bem ligada.
Cubra a massa e deixe levedar por 1 hora.

Ligue o forno a 180 ºC.
Pegue em pedaços de massa, faça bolinhas e numa superfície enfarinhada faça rolinhos. Dê-lhes a forma de U ou ferraduras e coloque num tabuleiro enfarinhado.
Repita até terminar toda a massa e leve ao forno por 15 a 20 minutos (controle para não ficarem muito cozidos ou queimados).

Apreciem ;)
Sigam aqui o blogue, deixem o vosso gosto na página de facebook (vamos rumo aos 7.000!!!) e sigam também pelo instagram :) 

sábado, 5 de outubro de 2019

Menu Semanal #4


Mais um menu para organizarem a vossa semana :)
Já sabem o menu está em PDF, podem abrir para consultar, podem descarregar e até imprimir se vos der mais jeito. Têm os links das receitas (a azul) e é só clicarem lá que abre a receita aqui do blogue :)


Partilhem também com os vossos amigos ;)

sexta-feira, 4 de outubro de 2019

Bolo Miminho


Um bolinho para o fim de semana :) este tem um nome bem fofinho e vi num folheto do Aldi há pouco tempo. Podem ver a receita no canal de youtube do Aldi: https://www.youtube.com/watch?v=A2FlWmV-v14
Não fiz a cobertura porque o bolo foi para servir ao pequeno almoço, mas se for para uma sobremesa, festa ou lanche, acho que devem fazer ;)
Este não é um bolo super fit mas é um bolo com pouco açúcar (comparando com outros!) e gorduras menos más, dá para comer com menos culpa ;) 


Vamos lá então à receita:

6 ovos
190g de açúcar amarelo
60 ml de óleo de coco
60g de coco ralado
180g de iogurte
170g de farinha
1 colher de chá de fermento em pó

Ligue o forno a 180 ºC.
Separe as gemas das claras, bata as claras em castelo e reserve.
Numa taça coloque as gemas e o açúcar amarelo, bata até obter uma gemada fofa e esbranquiçada.
Junte o óleo de coco, o coco ralado e o iogurte bata até envolver bem.
Junte a farinha e o fermento em pó, bata só uns segundos para envolver.
Junte as claras em castelo e envolva delicadamente na massa.
Coloque a massa numa forma untada e enfarinhada e leve ao forno por uns 35 minutos (veja se o bolo está cozido com o teste do palito).

Esta fatia é vossa :)


Apreciem ;)
Sigam aqui o blogue, deixem o vosso gosto na página de facebook (estamos a caminho dos 7.000!!!) e sigam também pelo instagram.

quinta-feira, 3 de outubro de 2019

Lasanha de Bacalhau e Espinafres


Se há coisa que não gosto muito é de bacalhau (é verdade!!!), mas se for 'disfarçado' lá vou comendo.
Desta vez decidi fazer uma lasanha com bacalhau, coisa que nunca tinha feito, mas já comi uma que uma amiga fez e tenho visto muitas receitas... então lá arrisquei a fazer em casa.

Vamos lá à receita (rende 5 a 6 doses, depende do que cada um come):

Recheio da lasanha
800g de migas de bacalhau
1 cebola
2 dentes de alho
azeite qb
1 folha de louro
400g de espinafres congelados
pimenta moída qb
1 pacote de natas de culinária

Lave bem demolhe as migas de bacalhau por umas 6 horas, mudando a água umas três vezes nesse intervalo de tempo.
Depois escorra bem e reserve.
Num tacho coloque a cebola bem picadinha, os dentes de alho também picados, a folha de louro e azeite a gosto. Leve ao lume para refogar.
Junte os espinafres congelados, envolva bem e deixe cozinhar por uns 10 minutos mexendo de vez em quando.
Junte as migas de bacalhau, envolva e deixe cozinhar mais uns 10 minutos.
Tempere com pimenta moída a gosto (ou outros temperos que goste).
Junte as natas e culinária, envolva bem e prove para ver se é necessário retificar algum tempero.
Reserve.

Molho béchamel

600 ml de leite
60 g de farinha
40 g de margarina
sal e noz moscada qb

Coloque todos os ingredientes no copo da Bimby (ou num tacho) e programe 10 minutos, 90 ºC na velocidade 4. Sem bimby: coloque todos os ingredientes num tacho, mexa bem e leve ao lume, mexendo sempre por 10 minutos, até a mistura engrossar.


Montagem
massa de lasanha qb
50 g de queijo ralado

Ligue o forno a 180 ºC.
Num pirex coloque uma fina camada de recheio de lasanha (apenas para evitar a massa de colar ao fundo), cubra com folhas de lasanha.
Depois coloque metade do recheio de lasanha, metade do molho béchamel e cubra novamente com folhas de lasanha.
Espalhe a última camada de recheio, cubra com folhas de lasanha e espalhe por cima o restante molho béchamel.
Polvilhe com o queijo ralado e leve ao forno até tostar bem.
Retire do forno, deixe arrefecer um pouco (normalmente de um dia para o outro ou depois de uma horas de repouso é que gosto da lasanha) e sirva.

Apreciem ;)
Sigam aqui o blogue, deixem o vosso gosto na página de facebook (estamos a caminho dos 7.000!!!) e sigam também pelo instagram.

quarta-feira, 2 de outubro de 2019

Puré de Ervilhas e Mandioca


Hoje deixo-vos um puré diferente e que é um acompanhamento muito bom para uma refeição. E pode ser também uma sopa se adicionarem mais água na hora de triturar ;)
A receita vi no livro Comer sem Culpa de Tâmara Castelo e fiz duas adaptações: usei água em vez de caldo de legumes (não tinha e não me apeteceu fazer), usei azeite em vez de manteiga de coco e acrescentei alguns temperos a meu gosto.
Descuidei-me na quantidade de água que coloquei no puré e o meu ficou um pouco mole... tenham atenção a isso.

Vamos lá à receita (fiz na bimby porque adoro os purés feitos lá mas deixo as indicações para fazerem sem bimby também):

1 chávena de chá de ervilhas (usei das congeladas)
150g de mandioca (já descascada)
350 ml de água
Sal qb
2 colheres de sopa de de azeite
Pimenta  e noz moscada moídas qb

No copo da bimby coloque as ervilhas, a mandioca em pedaços e adicione a água. Programe 20 minutos, a 100 °C na velocidade 1.
(Sem bimby: coloque ervilhas, mandioca em pedaços e a água num tacho e leve ao lume para cozer bem os legumes)
Decorrido este tempo escorra toda a água de cozedura e reserve para poder ir adicionando ao puré e obter a textura que mais gosta.
Tempere os legumes com sal, junte o azeite a pimenta e a noz moscada e programe 1 minuto na velocidade 5/6. Vá juntando pequenas quantidades de água até obter a textura que mais gosta (pode triturar por mais tempo se for preciso).
(Sem bimby: junte os temperos aos legumes cozidos e bem escorridos, triture bem com a varinha magica. Adicione pequenas quantidades de água até obter um puré liso e com textura do seu agrado).


Apreciem ;)
Sigam aqui o blogue, deixem o vosso gosto na página de facebook e sigam também pelo instagram :)

terça-feira, 1 de outubro de 2019

Tarte de Amêndoa Gulosa


Ora aqui está uma sobremesa que é super doce, aviso já! Se não gostam de coisas muito doces, não provem isto... agora se são umas "formiguinhas", então vão adorar esta tarte :) adorei a base desta tarte, acho que só com a base já fica uma sobremesa ótima. Façam e logo me contam ;) 
A receita foi-me dada pela minha mãe, não sei de onde a tirou pois está anotada numa folha de papel sem dizer a referência.


Três rápidas notas:
- devem de fazer primeiro a base da tarte e deixar arrefecer antes de colocar a cobertura;
- caso tenham amêndoas com pele vejam aqui como as pelar facilmente;
- esta tarte não fica com uma cobertura muito dura, ao contrário da típica tarte caramelizada esta cobertura fica um pouco mais macia.

Vamos lá então à receita deste delícia:

Base
500g de açúcar
1,5 dl de água
250g de amêndoa moída sem pele
1 colher de sopa de manteiga
raspa de 1 limão
3 ovos
7 gemas (as claras podem congelar para outras receitas)
2 colheres de sopa de farinha

Ligue o forno a 180 ºC.
Num tacho colocar o açúcar e a água e levar ao lume. Deixar ferver uns 5 minutos.
Adicionar a amêndoa moída, a manteiga e raspa de limão. Mexer para envolver bem e deixar cozinhar uns 5 minutos, mexendo sempre para não agarrar ao fundo do tacho.
Retirar do lume para arrefecer um pouco.
Numa taça coloque os ovos, gemas e farinha e triture com a varinha mágica até envolver tudo muito bem.
Adicione a mistura de ovos à massa de amêndoa e misture muito bem.
Coloque a massa numa forma de tarte (com fundo amovível) forrada com papel vegetal, leve ao forno por 30 minutos.
Retirar do forno e deixar arrefecer completamente antes de colocar a cobertura.

Cobertura
200g de açúcar
200g de amêndoa em metades (ou laminada) sem pele
150g de manteiga
2 colheres de sopa de leite

Colocar o açúcar num tacho e levar ao lume para derreter, mas cuidado para não deixar queimar!!!
Juntar os restantes ingredientes e mexer bem até obter uma pasta bem misturada (ao início é difícil e parece que vai açucarar) mantendo o lume brando.
Depois de a cobertura estar bem envolvida, despeje por cima da base e espalhe bem para alisar.
Deixe arrefecer completamente, desenforme com cuidado para não partir e coloque no prato de servir (fiz à noite e desenformei no dia seguinte).


Apreciem ;)
Sigam aqui o blogue, deixem o vosso gosto na página de facebook e sigam também pelo instagram :)

segunda-feira, 30 de setembro de 2019

Funcho Gratinado


Um acompanhamento simples, com um vegetal diferente do costume (sim, eu sou aquela que leva sempre coisas "estranhas" na marmita) e com uma sabor único.
Vamos lá que a semana está a começar e precisas de vitaminas e energias :)
Esta receita vi num folheto do Aldi há algum tempo e tenho a folha aqui guardada no dossier das receitas de folhetos ;)

Na receita que fiz apenas usei um queijo diferente do pedido (usei flamengo em vez de parmesão):

2 bolbos de funcho
água e sal qb
1 colher de café de noz moscada moída
1 dente de alho espremido
200 ml de natas de culinária (usei as da marca continente equilíbrio)
2 ovos
50g de queijo flamengo ralado
pimenta moída qb

Corte os bolbos de funcho em oito partes cada um, lave e coloque num tacho.
Cubra com água, junte um pouco de sal e leve ao lume. Deixe ferver por uns 15 minutos.
Depois escorra e coloque o funcho num pirex. Polvilhe com a noz moscada e reserve.
Ligue o forno a 200 ºC.
Numa tigela misture os ovos, as natas e o queijo ralado. Bata bem com um garfo para envolver tudo.
Tempere com um pouco de sal e pimenta moída a gosto.
Despeje o molho sobre o funcho e leve ao forno por uns 20 minutos para gratinar.


Apreciem ;)
Sigam aqui o blogue, deixem o vosso gosto na página de facebook e sigam também pelo instagram :)

domingo, 29 de setembro de 2019

Uso, Gosto e Recomendo #6 Panos Microfibras Multiusos da marca é Continente


Já tinha estes paninhos para vos mostrar e trazer aqui há umas semanas.
Estes panos são fantásticos, super fofinhos e perfeitos para limpar qualquer superfície... até só húmidos, sem detergentes! Principalmente vidros.
Podem ver o rótulo o que diz:


E ainda melhor: uma embalagem traz 4 paninhos e custa apenas 2,99€ (os da marca vileda - que adoro - custam mais 1 € e são também um ótima opção).
Cá em casa tenho um para janelas e espelhos, um para o pó dos móveis, um para a cozinha em geral (bancada, mesa, frigorífico, etc...) e um só para a placa de vitrocerâmica e forno.
E ainda são facilmente laváveis, mantendo-se macios e sem riscar as superfícies ;) 

E vocês, usam destes ou outros que recomendem?
Atenção que não uso só estes, adoro, como disse antes, os da vileda e acho que são sempre a melhor opção... mas estes são muito bons também e têm ótimo preço ;)

sábado, 28 de setembro de 2019

Menu Semanal #3

Bom dia :) 
Tenham um ótimo fim de semana :)
Para vos ajudar aqui vos deixo mais um menu semanal da série.


Este é o terceiro menu dos seis que vou lançar, o documento está em formato PDF para poderem consultar, baixar para o telefone, tablet ou computador (assim consultam em qualquer lado) e ainda podem imprimir para vos ajudar mais ;) no menu têm os links de todas as receitas que estão aqui no blogue e é só, estando ligados à net, clicarem nos links a azul que a receita vai abrir.
Espero que vos dê uma boa ajuda :) 

sexta-feira, 27 de setembro de 2019

Bolo de Cerveja


Mais uma receitinha de uma revista um pouco antiga, desta vez é dos Segredos de Cozinha nº 932 de setembro de 2003 (nem queiram saber a quantidade de revistas destas que a minha mãe tem!!!). 
Achei diferente, nunca tinha feito bolo de cerveja apesar que já ter visto algumas receitas. Leva pouca cerveja, por isso nem se dá conta de nada ;) podem fazer para o fim de semana :) 


Vamos lá à receita:

5 ovos
200g de manteiga à temperatura ambiente
200g de açúcar
50 ml de cerveja
raspa de 1 limão
220g de farinha com fermento
1 colher de chá de fermento em pó (2 se usarem farinha sem fermento)

Ligue o forno a 180ºC.
Separe as gemas das claras. Reserve as gemas e bata as claras em castelo bem firme e reserve também.
Numa taça coloque a manteiga e o açúcar e bata por uns 2 minutos para envolver bem e dissolver o açúcar.
Junte as gemas, uma a uma, e vá batendo bem entre cada adição.
Deixe bater até obter uma mistura fofa e esbranquiçada.
Junte a cerveja e a raspa de limão e envolva bem.
Adicione metade da farinha, envolva na mistura. 
Junte metade das claras em castelo e envolva delicadamente.
Depois junte a restante farinha e o fermento, envolva. 
Por fim adicione o resto das claras em castelo, envolva delicadamente.
Coloque a massa numa forma untada e enfarinhada e leve ao forno por uns 40 minutos (verifique se o bolo está cozido com o teste do palito).


Apreciem ;)
Sigam aqui o blogue, deixem o vosso gosto na página de facebook e sigam também pelo instagram :) 

quinta-feira, 26 de setembro de 2019

Frango no Forno com Sopa de Cebola e Sumo de Pêssego


Se gostam de receitas agridoces, têm de fazer este frango! O salgados da cebola com o doce do sumo de pêssego é só divinal :) além de que é só misturar tudo num pirex e levar ao forno, portanto é rápido e fácil de preparar e depois o forno faz a parte difícil ;)
Para acompanhar este belo frango fiz um puré de batata e cenoura, podem também acompanhar com um arroz, massa ou salada.

Vamos lá à receita que fiz:

meio frango cortado em pedaços (entre 400 a 500g de frango)
1 saqueta de sopa de cebola
1 sumo de 200 ml de pêssego

Ligue o forno a 180 ºC.
Coloque a sopa de cebola num prato, passe os pedaços de frango pela sopa como se o estivesse a panar e coloque num pirex. Repita até terminar todo o frango.
Regue o frango com o sumo de pêssego.
Leve ao forno para assar o frango até este estar bem douradinho (vire uma a duas vezes, com cuidado, para dourar bem).
Sirva a seu gosto e delicie-se :)

Apreciem ;)
Sigam aqui o blogue, deixem o vosso gosto na página de facebook e sigam também pelo instagram :) 

quarta-feira, 25 de setembro de 2019

Suissinhos de Morango


Ora aqui está um snack delicioso... fiquei tão fã que agora só quero comer disto!!! :)
Estes suissinhos vêm no seguimento do Desafio de Setembro do grupo Cantinho das Cozinheiras, onde tínhamos uma lista de blogues por onde escolher receitinhas para lanches ou marmitas.
Ora da lista de blogues dada fui conhecer um blogue de onde nunca tinha feito nenhuma receita (acho que é a parte boa destes desafios, conhecermos outros sítios e pessoas), escolhi então o blogue Cromas da Cozinha e lá vi tanta coisas boa :) fiquei com mais receitas guardadas para experimentar. 
Escolhi então fazer os iogurtes queijinho de morango, dei-lhes outro nome porque são mesmo idênticos aos suissinhos e como não fermentam não lhes quero chamar iogurtes.


Vocês por favor façam esta receita, é só maravilhosa!!!

Vamos lá à receita (fiz com a bimby mas deixo as indicações para fazerem também sem - rende 6 copinhos):

500 ml de leite
1 saqueta de gelatina de morango
200ml de natas
200g de queijo quark

No copo da bimby coloque 200 ml de leite e o conteúdo da saqueta de gelatina, programe 5 minutos a 70 ºC na velocidade 3.
Adicione os restantes 300 ml de leite, as natas e o queijo quark e programe 2 minutos na velocidade 4 para envolver bem.
Verta o preparado para frasquinhos, feche bem e leve ao frigorífico até solidificar.

Sem bimby: aqueça 200 ml de leite, dissolva bem a gelatina no leite quente. Depois junte os restantes ingredientes e misture muito bem com uma vara de arames e por fim triture uns 2 minutos com a varinha mágica (este passo ajuda a envolver e criar ar na mistura que fica bem cremosa... e deliciosa).


Apreciem ;)
Sigam aqui o blogue, deixem o vosso gosto na página de facebook e sigam também pelo instagram :)

terça-feira, 24 de setembro de 2019

Arroz com Gengibre e Amêndoas Torradas


Hoje partilho a receita de arroz que fiz para acompanhar o tofu de ontem ;)
Esta receita foi-me enviada por uma seguidora da página de facebook, a querida Paula Gouveia que me enviou mais umas receitas e, digo já, com fotos a acompanhar e de dar água na boca (até aconselhei a Paula a criar uma página ou blogue para partilhar as suas delícias, mas não a consegui convencer).
Quando a Paula me enviou a foto deste arroz fiquei logo a babar... eu que adoro amêndoas e sou doida por gengibre!!! Digo-vos que este é o meu arroz preferido do momento :) 
Muito obrigada Paula por partilhar esta delícia comigo e que agora partilho com todos :) a única diferença que fiz foi usar arroz vaporizado em vez do basmati que a Paula sugeria, acho que podem usar qualquer tipo de arroz que vai ficar uma delícia na mesma.

Vamos lá à receita:

2 copos de água
sal qb
1 copo de arroz vaporizado
1 cebola pequena
1 dente de alho
azeite qb
100g de amêndoas torradas em lascas
2 cm de gengibre fresco

Comece por colocar a água e o sal num tacho, leve ao lume até começar a ferver.
Acrescente o arroz e deixe cozer até o arroz estar seco e bem cozido (e solto) - deixo o tacho semi-tapado e no fim solto o arroz com um garfo.
Noutro tacho coloque a cebola bem picadinha, o dente de alho em puré (uso e esmagador de alho) e um fio de azeite. Leve ao lume para refogar bem.
Depois adicionar o gengibre sem casca e em cubinhos pequenos, deixe fritar mais um pouco.
Junte o arroz cozido, envolva e deixe fritar mais uns minutos.
Junte as amêndoas, prove para retificar o sal se necessário e sirva.


Apreciem ;)
Sigam aqui o blogue, deixem o vosso gosto na página de facebook e sigam também pelo instagram :)

segunda-feira, 23 de setembro de 2019

Tofu Encebolado com Molho de Pimento Vermelho Assado e Manjericão


Bora lá então começar a semana bem e dar as boas vindas aos outono :)
Mais uma ideia para uma refeição sem carne ou peixe, acompanhando com um belo arroz (massa ou puré) e uma salada, ficam com uma refeição equilibrada e saborosa... nesta receita provo, mais uma vez, que o tofu sem grande sabor pode ficar delicioso se for bem temperado ;)

Vamos lá à receita que fiz:

500g tofu
1 limão
4 colheres de sopa de molho de soja
2 colheres de sopa de melaço (podem usar mel)
1 colher de sopa de tahine
1 pitada de pimenta caiena
2 cebolas médias
4 dentes de alho
azeite qb
1 folha de louro
2 colheres de sopa de molho de pimento vermelho assado e manjericão (receita)
1 dl de vinho branco
sal qb
1 colher de chá de folhas de alecrim

Comece por tratar do tofu: lave e corte em cubos grandinhos para depois não se desfazerem. Coloque -o numa taça.
Numa tigela coloque o sumo de limão, molho de soja, melaço, tahine e a pimenta caiena. Misture tudo muito bem até obter uma pasta (se for preciso aqueça uns segundos no microondas para ajudar a misturar. Adicione o molho ao tofu e envolva bem. Deixe marinar por 1 hora.
Numa frigideira coloque as cebolas em rodelas, os dentes de alho amassados no espremedor, um fio generoso de azeite e a folha de louro. Leve ao lume e deixe refogar uns 5 minutos, mexendo de vez em quando.
Junte o tofu e o molho e deixem cozinhar por uns 10 minutos mexendo, com cuidado, de vez em quando.
Acrescente o molho de pimento vermelho, espalhando bem pela frigideira e deixe cozinhar mais uns 5 minutos.
Junte o vinho branco, mexa e deixe o molho reduzir.
Adicione o alecrim e prove para acertar o sal. Envolva tudo bem e sirva.


Apreciem ;)
Sigam aqui o blog, deixem o vosso gosto na página de facebook e sigam também pelo instagram :)

sábado, 21 de setembro de 2019

Menu Semanal #2

Bom dia :) 
Mais um menu semanal, desta vez ao sábado para terem tempo de ver, comprar e preparar algumas coisas :)


É mais um menu semanal para vos ajudar na organização aí de casa :)
Espero que gostem deste menu, é o segundo de uma série de seis menus que vou partilhar por aqui.
O menu está em formato pdf para poderem descarregar e ter no computador, tablet ou telemóvel e ainda podem imprimir para colocarem na vossa cozinha como apoio ;) 
Neste documento têm todos os links das receitas que uso e, depois de abrirem o pdf, é só clicarem nos links a azul que abre a receita (têm de estar ligados à internet).

sexta-feira, 20 de setembro de 2019

Bolo Indiano


O bolinho de hoje vi num canal no youtube brasileiro cheio de receitinhas boas, o Cozinhando com Nane. Podem ver a receita dela aqui: https://www.youtube.com/watch?v=kChYOVpKjkQ
O bolo fiz igual ao que está no vídeo (só aumentei a quantidade de canela eheheheh) apenas não fiz a cobertura, que me parece ótima e super gulosa... mas como faço os bolos porque o meu pai gosta de comer ao pequeno almoço, nunca faço as coberturas (boas e gulosas!).
A receita é para fazer no liquidificador, cá por casa usamos a bimby para esse efeito ;)

Vamos lá então à receita do bolinho (as minhas chávenas de chá são as chávenas medidoras - cup - de 250 ml):

4 ovos
1 chávena de chá de leite 
3 colheres de sopa de manteiga à temperatura ambiente (podem usar margarina)
1 chávena de chá de açúcar amarelo
1 colher de chá de canela em pó
2 chávenas de chá de pão ralado (no Brasil chamam de farinha de rosca ao pão ralado bem fininho)
1/2 chávena de chá de farinha de trigo
1 colher de sopa de fermento em pó

Ligue o forno a 180 ºC.
No copo da bimby/liquidificador coloque os ovos, leite, manteiga, açúcar e canela e programe 2 minutos na velocidade 4.
Junte o pão ralado, farinha e fermento em pó e programe 15 segundos na velocidade 3 (só mesmo para envolver).
Coloque a massa numa forma untada e enfarinhada (podem usar farinha ou pão ralado), leve ao forno por 35 a 40 minutos (decorrido este tempo veja se o bolo está cozido com o teste do palito).
Retire do forno, desenforme e delicie-se.
nota: podem ver lá no canal a cobertura que é com leite condensado cozido, deve ficar uma maravilha.


Apreciem ;)
Sigam aqui o blog, deixem o vosso gosto na página de facebook e sigam também pelo instagram :)