quinta-feira, 13 de julho de 2017

Crepes de Clorela


Aí há uns tempos comprei clorela em pó... não fiquei propriamente fã!!! Sabe muito a alga (óbvio, já que é uma alga!!!)... tem mesmo um sabor muito forte, mas acabei por descobrir que será uma questão de quantidades... ao início colocava muita quantidade de clorela nas receitas e depois não gostava do sabor, agora aprendia a dosear e vou colocando em pequenas quantidades nas receitas... e até que o resultado não é mau eheheheh
Para quem não conhece, aqui vos deixo alguma informações sobre a clorela (está em espanhol, mas penso que ajuda a perceber alguns benefícios da clorela):

Fonte: http://www.eatandfitlife.com/wp-content/uploads/2017/03/Chlorella.jpg

A receita que hoje partilho foi retirada do livro base da Bimby e adaptada com outros sabores :) fiz a receita na Bimby, mas quem não tiver pode fazer a receita num liquidificador ou até triturar a mistura com a varinha mágica.
Os crepes não ficaram muito verdes, mas preferi assim do que ficarem com um sabor muito forte ;)


Aqui vamos à receita, que me rendeu 12 crepes grandes:

2 ovos
500 g de leite (usei magro, mas podem usar outro)
250 g de farinha
1 colher de sopa de óleo de côco (ou azeite)
2 colheres de café de clorela em pó
1 colher de café de gengibre em pó
1 pitada de sal
Óleos de côco qb para fritar os crepes (ou azeite)

No copo da Bimby coloque todos os ingredientes e triture 15 segundos na velocidade 6.
Coloque uma frigideira antiaderente ao lume, unte com um pouco de óleo de côco e verta uma porção de massa, espalhando bem por toda a frigideira. Deixe fritar 1 a 2 minutos de cada lado.
Repita o processo até terminar toda a massa.
Agora é só devorar: Simões, com canela, com belas, fruta, doce, chocolate :) como vocês mais gostarem :)


Apreciem ;)