terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Bolos do mês #13

E cá estamos no final do mês de fevereiro!
O tempo está a passar bem rápido, certo?!

Bom, ainda por cima hoje é 3ª-feira de carnaval!!! Nada melhor do que um desfile bem colorido... mas de bolinhos decorados eheheheheh

Aqui vão os bolinhos que fiz neste mês:

Bolo de aniversário de uma menina: bolo de iogurte grego com recheio de brigadeiro. A decoração foi feita em pasta de açúcar.

Bolo de aniversário para dois: a mãe e o filho! Bolo de amêndoa com recheio de maizena de citrinos. A decoração foi feita em pasta de açúcar.

Bolo de aniversário para um menino benfiquista! Bolo de chocolate com recheio de brigadeiro. A decoração foi feita em pasta de açúcar.


Bolo de aniversário para o mesmo menino benfiquista mas agora com o tema do surf. Bolo de chocolate com recheio de brigadeiro. A decoração foi feita em pasta de açúcar e bolacha maria picada (para dar o efeito de areia).

Bolo de aniversário de uma rapariga: pão-de-ló com recheio de doce de ovos. A decoração foi feita em pasta de açúcar.

Bolo de aniversário para uma fã de sushi :) quem se atreve a dizer que não gosta de sushi hein??!! ahahah
Bolo de chocolate com recheio de doce de frutos vermelhos. A decoração foi feita em pasta de açúcar e arroz tufado a imitar o arroz do sushi.

Bolo de aniversário para uma menina: pão-de-ló com recheio de chantilly e doce de ovos (3 camadas de bolo, 2 recheios diferentes!). A decoração foi feita em chantilly e pasta de açúcar.

Bolo de aniversário para uma menina: bolo de amêndoa com doce de ovos. A decoração foi feita em chantilly e pasta de açúcar. Em pormenor mostro a bonequinha bebé: achei que ficou tão fofa!!!


Bolo e aniversário de uma menina: bolo de chocolate com recheio de doce de frutos vermelhos. A decoração foi feita em pasta de açúcar.

Bolo de aniversário de um menino fã da seleção nacional: pão-de-ló com recheio de brigadeiro. A decoração foi feita em pasta de açúcar.

Bolo de aniversário para um rapaz fã do batman: bolo de chocolate com recheio de buttercream de manteiga de amendoim (ma-ra-vi-lho-so!!!). A decoração foi feita em chantilly.


E pronto, foram estes os bolinhos que saíram da minha cozinha neste mês de fevereiro :) vamos ver o que vem para o mês de março :) :) :)

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

Creme de Abóbora e Cenoura com Gengibre


Se há coisa comum na cozinha é a bela da sopinha de abóbora e cenoura. Esta é uma sopa, creme!, que faço muitas vezes: primeiro porque gosto da combinação e depois porque abóbora é coisa que abunda por aqui!

Desta vez decidi acrescentar um pouco de gengibre à minha receita usual e também não usei batata: substitui por chuchu e courgette. O que tornou esta sopinha num complemento de refeição pouco calórico ;) ideal para comer à noite e até cheguei a levar para o trabalho acompanhado por uma sandocha (também esta saudável!).

Bom, vamos lá à receita que fiz usando a bimby (já sabem que comigo as sopas só na bimby! Mas se não tiverem, fazem na panela e trituram com a varinha mágica):

200g de abóbora
2 cenouras
1 courgette pequena (tirei a pele para a sopa não ficar verde)
1 chuchu (também sem a pele)
1 cebola pequena
2 dentes de alho
2 cm de genegibre fresco (também sem pele)
500 ml de água
sal e azeite qb

No copo da bimby colocar todos os legumes arranjados.
Adicionar a água e programar 25 minutos a 100ºC na velocidade 1.
Quando o programa terminar, triturar nas velocidades 5, 6 e 7 por 1minuto e 30 segundos (aumente progressivamente e deixe ficar 30 segundos em cada uma das velocidades).
Temperar com sal a gosto e adicionar um fio de azeite. Se achar necessário adicione mais água à sopa, de acordo com o seu gosto (eu gosto dos cremes espessos).
Programe 5 minutos a 100ºC na velocidade 2 só para dissolver o sal e cozinhar o azeite.


Apreciem ;)

sábado, 25 de fevereiro de 2017

Farófias no Microondas


E chegamos ao dia 25 :) isso quer dizer que é dia de publicar a receita do desafio do mês do grupo Cantinho das Cozinheiras:


O blog escolhido do mês foi o A Cozinha da Anita da Ana Antunes, um sítio cheio de receitas práticas, de encher o olho e pôr qualquer um salivar eheheheheh não deixem de visitar ;)

Devo confessar que tive alguma dificuldade em escolher a receita... entre tantas coisas boas que por lá vi ahahahahah mas depois deparei-me com estas belas farófias feitas no microondas, coisa que nunca tinha feito - apesar de já ter ouvido falar - e que me pareceram bem simples e super práticas pois usei as claras que me sobraram de outra receita e não precisei de gastar mais gemas para fazer o creme!!!!

Podem ver a receita original aqui: http://cozinhaanita.blogspot.pt/2016/06/farofias-no-micro-com-pudim-velhinho.html

Adorei!!!
Cá em casa ficámos fãs: primeiro porque é super rápido e depois porque as farófias ficaram mesmo muito boas :)

Bom, vamos lá à bela da receita que fiz:

Farófias
12 claras de ovos (à temperatura ambiente)
12 colheres de sopa de açúcar

Na taça da batedeira colocar as claras e bater até estarem em espuma.
Depois disso adicionar o açúcar e deixar bater até estarem em castelo.
Colocar 3 colheradas, espaçadas, de claras em castelo num prato (usei uma colher grande, daquelas de servir a comida... mas podem usar uma colher de sopa se quiserem farófias mais pequenas) e levar ao microondas por 30 segundos na potência máxima.
Retirar as farófias para um pirex e repetir o processo até terminar as claras em castelo.
Assim foi o aspeto das minhas farófias depois de cozidas:



NOTA: o tempo de cozedura depende do microondas e da potência, por isso recomendo que façam uma primeira 'pratada' de teste, por exemplo só com metade do tempo para ver se é suficiente - ou seja, adaptem o tempo de acordo com o vosso microondas.

Creme
2 saquetas de leite creme (usei da marca continente)
1 litro de leite (usei meio gordo)
6 colheres de sopa de açúcar
canela em pó Suldouro-Navires para polvilhar

Preparar de acordo com as indicações da embalagem, que neste caso foi: dissolver o pudim com o açúcar numa parte de leite e reservar. Levar o restante leite ao lume e quando estiver a ferver adicionar o leite com pudim e açúcar. Mexer para não formar grumos e até engrossar.
Retirar do lume e deixar arrefecer.
Verter sobre as farófias que estão dispostas no pirex e levar ao frigorífico para refrescar (sabe melhor fresco, mas podem consumir morno se assim o desejarem)
Polvilhar com canela em pó a gosto e servir :)


Apreciem ;)

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Bolo de Laranja com Sementes de Papoila


Tenho andado desaparecida deste meu cantinho!!!
Acho que vou ter de reformular aqui as minhas partilhas!
O motivo da minha ausência foi uma mudança inesperada de trabalho: quando já não esperava consegui a colocação que tanto queria :) para já é temporário e a ver vamos se se prolonga até ao fim do ano letivo!!!

Bom, a mudança de horário ainda está a dificultar aqui as minhas partilhas... A rotina foi alterada e agora não tenho tanto tempo livre de manhã como era habitual... mas é uma mudança boa ;) e merece ser festejada com um bolinho eheheheheheheh


A receita que partilho hoje é uma receita bem simples e que adaptei do livro de receitas base da Bimby. É um bolo que pode ser feito num liquidificador (eu fazia antes de ter Bimby!) e fica tão bom!!!! Depois acrescentei uma sementes de papoila e o bolo ainda ficou mais bonito :)
Já tinha partilhado aqui uma receita mas na versão com limão (a minha preferida pois adoro limão). Para poderem ver essa receita aqui segue o link da partilha:
http://acucarsal.blogspot.pt/2016/05/bolo-de-limao-com-sementes-de-papoila.html

Agora vamos mas é à receita deste belo bolo:

1 laranja inteira
sumo de 1 laranja
4 ovos
250g de açúcar
100g  de óleo
300g de farinha com fermento
2 colheres de chá de fermento em pó
2 colheres de sopa de sementes de papoila

Coloque a laranja inteira e o sumo da outra laranja no copo da bimby (ou liquidificador) e triture 15 segundos na velocidade 9.
Acrescente os ovos, açúcar e o óleo e programe 2 minutos a 37ºC na velocidade 4.
Adicione a farinha com o fermento e as sementes de papoila e programe 15 segundos na velocidade 3 só para envolver.
Coloque numa forma untada e enfarinhada e leve a forno médio, 175ºC, por 40 a 45 minutos (até estar cozido).




Apreciem ;) 

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Bolachas sem glúten de Especiarias e Melaço


Lembram-se de ter partilhado umas bolachinhas destas no Natal??!! Ah, não se lembram!!! Aqui fica o link para reverem:
http://acucarsal.blogspot.pt/2016/12/bolachas-de-especiarias-e-melaco.html

Pois, na altura fiz estas bolachinhas mas na versão com e sem glúten porque uma das minhas amigas não pode comer trigo!
Ora fiz então umas bolachinhas e um doce para oferecer aos amigos e não podia deixar de fazer umas bolachinhas para a tal amiga que não pode comer trigo não é??!! Por essa mesma razão é que as bolachinhas da foto são em forma de pinheirinhos: foram feitas no Natal ;)

A receita resulta na perfeição apenas noto que a massa ficou mais dificil de esticar para cortar as bolachas e depois de cozidas ficaram mais quebradiças que as bolachas com glúten... mas de sabor ficaram igualmente deliciosas :)

Ah, podem aproveitar a receita e fazer estas bolachinhas em forma de corações para oferecerem a alguém especial neste Dia de São Valentim ;) 

Aqui vos deixo então a receita que fiz na Bimby (mas se não tiverem robot de cozinha fazem amassando à mão tudo numa taça):

300g de farinha de milho

60g de amido de milho (maizena)
100g de açúcar amarelo
150g de melaço de cana (ou mel se preferirem)
150g de margarina à temperatura ambiente
1 ovo
1 colher de chá de fermento em pó
1 colher de café de canela em pó
1 colher de café de gengibre em pó
1 pitada de noz moscada (coloquei meia colher de café)
1 pitada de sal

Colocar todos os ingredientes no copo da bimby e triturar 15 segundos na velocidade 6.
Retirar a massa do copo (esta parte dá um pouco de trabalho porque a massa fica pegajosa!), se necessário podem usar um pouco de farinha de milho para que a massa não fique tão mole (tive de acrescentar um pouco mais). Coloque numa taça e leve ao frigorífico por 2 a 3 horas para que a massa fique mais dura.
Trabalhe a massa numa superfície enfarinhada, estenda com a ajuda de um rolo e alguma farinha de milho para que não cole na mesa nem no rolo ;) e use cortantes de bolachas a gosto.
Coloque num tabuleiro forrado com papel vegetal e polvilhado com farinha de milho e leve ao forno por 15 minutos a 175 ºC (cuidado para não deixar queimar, o que acontece muito facilmente com as bolachas!).
Retire do forno, deixe arrefecer e tem as bolachinhas prontas :)



Apreciem ;)

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Tapioca Cremosa com Leite de Côco e Canela


Esta sobremesa fiz no passado fim-de-semana e já a tinha pensada há muito tempo... só faltava a oportunidade de fazer :) na verdade é uma espécie de arroz doce mas sem o arroz e com a tapioca!!!

Adorei o resultado, a tapioca ficou bem saborosa e cremosa :) e para a cozinhar segui a receita que vi aqui: https://www.tudoreceitas.com/receita-de-doce-de-tapioca-granulada-3766.html

Usei ingredientes muito simples e foi a primeira vez que usei a geleia de arroz como substituto do açúcar:

Usei ainda água e a canela em pó para polvilhar no fim!!!

A tapioca granulada e a geleia de arroz comprei no continente, já o leite de côco fiz em casa mas podem usar daquele de lata ou de pacotes pequenos (ou até daquele de beber - isso deixo à vossa escolha).


Bom, vamos lá à receita que adaptei daquele link que partilhei lá em cima (usei mais água do que dizia, troquei o açúcar amarelo pela geleia de arroz e ainda adicionei côco ralado à receita):

1 chávena de chá de tapioca granulada
4 chávenas de chá de água
1 pau de canela
1 casca de limão
400g de leite de côco (receita)
3/4 de chávena de chá de geleia de arroz (ou mel ou outro açúcar)
6 colheres de sopa de côco ralado
canela em pó Suldouro-Navires qb para polvilhar

Num tacho colocar a água, o pau de canela, a casca de limão e a tapioca.
Levar ao lume médio, mexendo para que não cole ao fundo ou queime, por 30 minutos.
Passado este tempo junte o côco ralado, a geleia de arroz e o leite de côco, mexa para envolver bem e deixe ficar ao lume (mexendo de vez em quando) até a tapioca estar cozida - ou seja, quando as bolinhas de tapioca deixam de ser brancas e passam a ser transparentes (apesar de juntarmos o leite de côco, nota-se a diferença nas bolinhas de tapioca quando começam a ficar bem cozidas ;)).
Retire do lume.
Coloque em tacinhas ou numa taça grande (como preferir), deixe arrefecer, polvilhe com canela em pó a gosto e sirva :)

Aqui dá para ver como ficou bem cremosa :D
Foi o meu lanche numa destas tardes (acrescentei a canela em pó por cima) :D 

Apreciem ;)

PS: não sei se sou eu mas ultimamente acho que tudo fica muito doce!!! Gostei muito desta tapioca, pelo sabor e pela cremosidade mas achei muito doce! Numa próxima vez vou reduzir a quantidade de geleia de arroz para 1/2 chávena de chá... fica a dica ;)

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Lasanha de Atum


Sabem aqueles dias em que não sabemos o que fazer para a refeição??!!
Pois, esta lasanha 'apareceu' num desses dias!!! Foi imaginada e depois foi saltar para a cozinha para a preparar para estar pronta para o jantar :) 
Acho que é quando as coisas nos saem melhor: quando não são planeadas e cozinhamos com o que temos em casa ;)

Tinha a massa seca para lasanha, tinha atum e legumes, para o molho béchamel usei, como sempre, a bimby e a sua receita maravilhosa e para o molho de tomate usei um produto da Guloso que foi uma ajuda preciosa (poupou-me tempo a descascar alhos e a pelar tomates que não tinha... ainda por cima!):


Tomate de verdade (ali estão as grainhas) e os pedacinhos brancos maiores são o alho já picadinho eheheheh adoro estes produtos, são super práticos!!!

Antes de ir para o forno este era o aspeto do meu recheio da lasanha:


Depois de sair do forno, já uma lasanha tostadinha :)



Bom, vamos lá à receita que fiz:

Molho Béchamel (receita do livro base da Bimby)
750 g de leite (usei magro)
50 g de margarina
75 g de amido de milho (maizena)
sal e noz moscada qb

No copo da bimby (se não tiver, faça num tacho) coloque todos os ingredientes e programe 10 minutos, a 90 ºC na velocidade 4.
Reserve.

Recheio
1 caixa de tomate em pedaços com alho da Guloso
1 cebola
2 cenouras
1 lata média de cogumelos laminados
1 lata pequena de milho
2 latas de atum em água (uso da marca continente)
1 folha de louro
azeite, sal e pimenta moída qb

Num tacho coloque a cebola bem picada.
Junte a folha de louro e um fio de azeite e leve ao lume para refogar (até estar dourada).
Adicione o tomate com alho e deixe cozinhar, mexendo, por uns 5 minutos.
Junte a cenoura cortada em meias rodelas, o milho e os cogumelos e deixe cozinhar, mexendo, por uns 15 minutos.
Adicione o atum escorrido e desfeito, envolva bem e tempere a gosto com  sal e pimenta moída.
Retire do lume e reserve.

Montagem
queijo ralado qb
folhas de massa para lasanha qb (uso das secas e que não precisam de cozer)

Num pirex disponha uma camada de folhas de massa (para facilitar depois o retirar da lasanha!), espalhe uma camada de recheio por cima e adicione umas colheradas de molho béchamel sobre o recheio (sem espalhar).
Faça uma nova camada de folhas de massa e sobre esta coloque o restante recheio. Volte a colocar umas colheradas de béchamel sobre o recheio (umas 5 ou 6 é suficiente).
Cubra com nova camada de massa, verta todo o béchamel sobre a massa e polvilhe com queijo ralado a gosto.
Leve ao forno só para tostar o queijo.

Olhem só esta maravilha!!!

Apreciem ;)

terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Cheesecake de Frutos Vermelhos (no forno)


Esta cheesecake foi a primeira que fiz e fiz para a festa de aniversário da minha mãe (que já foi a meio de janeiro!).

Há cheesecakes que não vão ao forno, são na verdade semifrios, e depois há estas como a que fiz que vão ao forno... dão um pouco mais de trabalho, ficam com uma textuta diferente e bem cremosa ;)


A ideia tirei daqui: http://www.lifeloveandsugar.com/2016/08/01/lemon-cheesecake/

Segui a receita à risca (achei que o creme sabia muito a limão, pelo que devia ter posto menos do que o que diz na receita original!), para fazer o recheio usei queijo quark  20 % M.G. da marca Milbona do Lidl em vez de queijo creme e para a cobertura de frutos vermelhos usei uma mistura de morangos, amoras e mirtilos congelados que comprei no verão (sim, compro a fruta na época dela e depois guardo no congelador para poder usar nestas alturas!).

Bom, vamos à receita:

Base
300g de bolacha maria
115g de margarina derretida
3 colheres de sopa de açúcar

Comece por triturar a bolacha maria de forma a que fiquei em farinha (usei a bimby mas podem usar a varinha mágica ou um liquidificador - ou ainda fazer à mão esmagando com um copo ou rolo de cozinha).
Adicione o açúcar e a margarina e amasse até obter uma massa com textura de areia molhada (ao apertar uma porção de massa esta terá de aguentar a forma -  se não acontecer, junte mais um pouco de margarina!).
Forre o fundo de uma forma de fundo amovível (usei uma de 24 cm de diâmetro) com papel vegetal.
Espalhe a massa de bolacha pela forma cobrindo todo o fundo e cerca de 1 a 2 cm de altura nas laterais. Pressione a massa com as mãos para que adira bem à forma.
Leve ao forno a 175 ºC (pré-aquecido) por 10 minutos.
Retire do forno e deixe arrefecer completamente.

Recheio
680g de queijo quark 20% M.G.
1 chávena de chá de açúcar
3 colheres de sopa de farinha sem fermento
1 chávena de chá de iogurte grego magro (ou outro da sua preferência)
4 ovos
3 colheres de sopa de sumo de limão
raspa de meio limão

Pré-aqueça o forno a 150 ºC, coloque um tabuleiro com água pois a cheesecake coze em banho-maria.
Na taça da batedeira coloque o queijo, açúcar e farinha e bata numa velocidade baixa só para envolver bem e dissolver o açúcar (1 a 2 minutos).
Adicione o iogurte, o sumo e raspa de limão e bata mais 1 minuto sempre na velocidade baixa até a massa estar homogénea.
Adicione os ovos, um de cada vez e mantenha a batedeira na velocidade baixa.
Verta este preparado sobre a massa de bolacha (que deve estar já fria), embrulhe bem a forma em papel de alumínio para que não entre água na cheesecake e leve ao forno para cozer por 65 minutos (se vir que colocou pouca água no tabuleiro, adicione mais mas nunca deve entrar água na forma da cheesecake!).
Quanto o tempo acabar, desligue o forno e deixe a cheesecake arrefecer lá dentro com a porta fechada por 15 minutos.
Ao fim deste tempo abra um pouco a porta do forno mas deixe a cheesecake lá dentro por mais 20 minutos (este processo é para evitar que a cheesecake rache!).
Retire do forno e deixe repousar mais uns 15 minutos e prepare a cobertura.

Cobertura
400g de frutos vermelhos (usei congelados)
200g de açúcar

Num tacho coloque os frutos vermelhos e o açúcar, envolva e deixe que os frutos descongelem por cerca de 30 minutos (só para criar água).
Leve ao lume para que os frutos cozam e se desfaçam, vá mexendo para não queimar. A mistura estará pronta quando não contiver mais água.
Retire do lume e deixe arrefecer completamente.
Espalhe sobre a cheesecake e leve ao frigorífico por algumas horas antes de servir.
Desenforme e sirva bem frio.


Apreciem ;)

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Sopa de Couve, Batata Doce e Hortelã


Mias uma bela sopinha, bem saudável e cheia de vitaminas :)
Como já aqui escrevi várias vezes, só consigo comer sopa quando está frio! Sei que se deve comer sopa ao longo de todo o ano... mas realmente não consigo comer sopas entre maio e outubro!!!

Bom, esta sopa fiz no mesmo dia em que fiz o Puré de Couve-Flor e Batata e aproveitei as folhas que vieram com a couve-flor e também alguns dos talos da mesma. Logo, esta sopinha foi mesmo uma sopa de aproveitamento ;)

Usei a Bimby para afzer a sopa pois, como ntambém já aqui escrevi, acho que faz umas sopinhas bem macias e cremosas ;) é óbvio que quem não tem robot de cozinha, faz a sopa na panela e depois tritura com a varinha mágica.

Vamos lá à receita que fiz:

folhas e talos aproveitados de uma couve-flor
150g de batata doce descascada
1 cebola pequena
2 dentes de alho
500 ml de água
6 folhas de hortelã
sal e azeite qb

No copo da bimby (ou panela) coloque os talos e folhas da couve-flor, a bata doce em pedaços, a cebola cortada ao meio e os dentes de alho. Adicione 500 ml de água e programe 30 minutos, a 100 ºC na velocidade 1.
Quando o programa terminar verifique se a sopa precisa de mais ou menos água (se precisar de mais, adicione, se precisar de menos, verta alguma - eu deixei ficar como estava).
Adicione as folhas de hortelã e triture a sopa por 1 minuto e 30 segundos nas velocidades 5, 6 e 7 (aumente progressivamente deixando ficar 30 segundos em cada velocidade).
Adicone o sal e um fio de azeite e triture 15 segundos na velocidade 5 só para envolver.
E tem esta sopa pronta :)


Apreciem ;)