quarta-feira, 16 de setembro de 2015

Doce de Pêssego e Baunilha


Este doce é bem leve e, ao contrário do que achava (por não ser grande apreciadora de baunilha), nem se dá muito pela baunilha. Fica com um efeito muito bonito pois há pequenas bolinhas pretas, sementes da baunilha, espalhadas por todo o doce!

A inspiração veio do fato de ter uma caixa cheia de pêssegos que vieram de casa da tia e que se estavam a estragar: a velocidade a que amadurecem é superior à de consumo... então tinha de fazer alguma coisa com eles ;)

A receita original vi no livro Feito em casa da Joana Roque, autora dos blogs As minhas receitas e A economia cá de casa (visitem, ela é uma espetáculo e dá muitas dicas jeitosas).

Cá vai a receita:

1 kg de pêssegos limpos e arranjados
750g de açúcar
1 vagem de baunilha

Depois de despelar os pêssegos, lave-os e corte-os em pedacinhos pequenos.
Coloque os pêssegos num tacho, junte o açúcar e a vagem de baunilha (abra ao meio, raspe as sementes e junte tudo à fruta com o açúcar).
Deixe macerar por umas horas (3 a 4 horas) - este é o truque que uso para fazer doces e compotas: deixo macerar tudo para que a fruta liberte os seus sucos e dissolva, naturalmente, o açúcar (não cozo a fruta!!!).
Leve ao lume, sempre com atenção e mexendo para que a fruta não pegue ao fundo do tacho e não queime. Deixe ao lume cerca de 45 minutos, se a fruta nao se defizer triture com a varinha mágica (foi o meu caso). Vá deixando reduzir até estar no ponto que mais aprecia, não deixe demasiado reduzida para não endurecer o doce!!!

Guarde em frascos de vidro, devidamente esterilizados.

Os meus já aguardam o Natal para umas ofertas caseiras :)

Apreciem ;)